Cientistas criam tijolos ecológicos a partir de resíduos de papel

Cientistas da Universidade espanhola de Jaen encontraram uma forma acessível e ecológica para fazer tijolos a partir de resíduos de papel. O processo impede que os subprodutos de fábricas de papel acabem em um aterro e os tijolos podem ser fabricados em menos tempo do que outros materiais de construção, com economia de energia e dinheiro.

Os resíduos de fábricas de papel, juntamente com a sobra de lamas residuais de processos de purificação de água, são misturados com argila, pressurizados e extrudidos em uma longa peça de material de construção. Esta peça é cortada em blocos, que são depois colocados em um forno. O processo requer menos tempo para que o material fique pronto do que os tijolos convencionais. Os tijolos de papel medem 3x1x6 centímetros e possuem baixa condutividade térmica, o que lhes dá grandes propriedades isolantes.

No entanto, os tijolos fabricados a partir de celulose possuem resistência mecânica consideravelmente mais baixa em comparação com os tradicionais. Há também problemas de adesão e as dificuldades de formação, que acompanham os processos de fabricação de materiais com estas elevadas porcentagens de resíduos de papel.

A equipe ainda trabalha para encontrar o equilíbrio entre a sustentabilidade e a resistência do material, além de investigar as vantagens de incorporar outros produtos, tais como lodo de esgoto ou resíduos gerados pela fabricação de cerveja, oliva ou a produção de biodiesel.

BCX | FutureLab
Desenvolvimento de Negócios Digitais para fomentar a economia e gerar empreendedores e empresas de sucesso.


Comentários

1 responder

Deixe uma resposta

Quer comentar esse post?
Comente agora mesmo

Deixe uma resposta