Empresa trabalha para desenvolver adesivo transparente com células solares para carregar dispositivos portáteis

Aparelhos portáteis, como smartphones e tablets, mudaram a forma de consumir informações e se comunicar, mas todos eles têm uma falha em comum: precisam ficar conectados a um carregador por algumas horas para recarregarem as baterias. Uma nova startup, chamada Ubiquitous Energy, promete revolucionar a forma como o recarregamos nossos dispositivos móveis. A empresa planeja desenvolver um adesivo transparente com células solares, que pode ser instalado nas telas de tablets, o que garantiria o funcionamento de seu iPad durante todo o dia.

De acordo com o MIT Technology Review, as células de energia solar da Ubiquitous armazenam comprimentos de onda das extremidades ultravioleta e infravermelha do espectro, mas permitem a passagem de luz, o que torna viável para os usuários usarem os tablets enquanto as células solares absorvem energia. Em contraste, a maioria das células solares capta a luz na porção visível do espectro, o que impossibilita que sejam completamente transparentes. As células solares são feitas de várias camadas orgânicas que são colocadas, uma de cada vez, na tela de vidro de um tablet, disse Miles Barr, presidente e diretor de tecnologia da Ubiquitous Energy.

A empresa, que foi criada no laboratório do professor de engenharia elétrica do MIT Vladimir Bulovic, ainda está em fase de pesquisa e desenvolvimento. Protótipos alcançaram cerca de 2 por cento de eficiência e transparência visível de cerca de 70 por cento, mas Barr disse que a empresa tem trabalhado para melhorar esses números. A Ubiquitous Energy não anunciou planos de lançamento das células solares ou os seus preços ainda.

BCX | FutureLab
Desenvolvimento de Negócios Digitais para fomentar a economia e gerar empreendedores e empresas de sucesso.
Compartilhe...
Share on FacebookShare on LinkedInTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+Share on TumblrBuffer this pageDigg thisEmail this to someone


Comentários

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer comentar esse post?
Comente agora mesmo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *